Curso de Cálculos Trabalhistas

DESCRIÇÃO DO CURSO DE CÁLCULOS TRABALHISTAS

  • O Curso de Cálculos Trabalhistas  é ministrado através de 44 vídeo-aulas e todo o conteúdo do curso está disposto em 13 e-books. Nas 02 (duas) primeiras aulas, o curso faz uma abordagem geral sobre: mercado de trabalho, perfil profissional do perito trabalhista, remuneração, Justiça do Trabalho, fases do processo, análise processual, estruturação das informações para a realização dos trabalhos, como fazer um resumo da condenação, extração dos dados e elaboração dos cálculos. A partir da terceira aula, todas as matérias estão direcionadas à estruturação dos cálculos, pormenores, particularidades, critérios e parâmetros necessários para que os cálculos sejam realizados. Os cálculos devem seguir critérios técnicos específicos, como, por exemplo: devem ser apresentados de forma didática e clara, com verbas e dados apresentados de forma detalhada e pormenorizada, através de relatórios ou planilhas eletrônicas específicas. No curso serão abordadas, ainda, as seguintes questões: interpretação do comando sentencial, delimitação do período de cálculo das verbas, juros de mora, correção monetária, fundamentação legal (legislação, orientações jurisprudenciais e súmulas), base de cálculo das verbas, reflexos, prescrição das parcelas, divisor, convenções coletivas do trabalho e a classificação das verbas trabalhistas.
  • As aulas trazem um estudo detalhado das principais verbas trabalhistas: adicional de insalubridade, adicional de periculosidade, adicional de risco, adicional de transferência, adicional de assiduidade, adicional por tempo de serviço, anuênio, comissões, dsr´s sobre comissões, comissão de cargo, gratificação de função, diferenças salariais, devolução de descontos, FGTS, gratificação de caixa, gratificação de produtividade, gratificação de função, gratificação semestral, honorários, multas, horas trabalhadas, horas noturnas, redução da hora noturna, adicional noturno, horas extras diurnas, horas extras noturnas, horas “in itinere”, horas de sobreaviso, violações intervalares (art. 66, art. 67, art. 71, art. 72 e art. 384 da CLT).
  • No final, um caso prático completo, com resolução dos cálculos, como forma de aplicar a teoria na prática.
  • O aluno terá à disposição 13 e-books contendo toda a matéria para estudos e acompanhamento das aulas. Acesso ilimitados aos vídeos por 06 (seis) meses.

ASSISTA ALGUMAS AULAS DO CURSO "CÁLCULOS TRABALHISTAS"

GRADE DOS CURSOS "CÁLCULOS TRABALHISTAS":

1. MERCADO DE TRABALHO
   1.1 – Calculista
   1.2 – Perito Judicial
2. REMUNERAÇÃO DOS PROFISSIONAIS
   2.1 – Perito Judicial
   2.2 – Cálculista
   2.3. – Definição do Valor dos Honorários
3. FASES DO PROCESSO
   3.1 – Fase de Instrução
   3.1.1 – Sentença de Primeiro Grau
   3.1.2 – Sentença de Embargos Declaratórios
   3.2 – Fase Recursal
   3.2.1 – Recurso Ordinário (TRT)
   3.2.2 – Recurso de Revista (TST)
   3.2.3 – Agravo de Instrumento (TRF)
   3.3 – Fase de Liquidação de Sentença
   3.4 – Fase de Execução
   3.4.1 – Embargos à Execução
   3.4.2 – Impugnação à Sentença de Liquidação
   3.4.3 – Contraminuta ou Contrarrazões aos Embargos à Execução)
   3.4.4 – Contraminuta ou Contrarrazões à Impugnação à Sentença de Liquidação
   3.4.5 – Sentença Resolutória de Emb. à Execução e Imp. à Sentença de Liquidação
   3.4.6 – Agravo de Petição
4. ANÁLISE PROCESSUAL E ESTRUTURAÇÃO DAS INFORMAÇÕES
   4.1 Estruturação das Informações
   4.1.1 – Relacionar Informações Básicas
   4.1.2 – Resumo da Condenação
   4.1.3 – Extração dos Dados
   4.1.4 – Elaboração dos Cálculos

1. – JUSTIÇA DO TRABALHO – Competência – Estrutura – Art. 114 da CF
2. – PROCESSO DO TRABALHO
3. – PETIÇÃO INICIAL
      3.1 – Requisitos da Petição Inicial
      3.2 – Requisitos Objetivos da Petição Inicial
4. – CONTESTAÇÃO
5. – INSTRUÇÃO PROCESSUAL
6. – SENTENÇA
7. – FASE RECURSAL – SEGUNDO GRAU (TRT)
8. – FASE RECURSAL – TERCEIRO GRAU (TST)
9. – TRÂNSITO EM JULGADO DA DECISÃO
I. INTRODUÇÃO AOS CÁLCULOS DE LIQUIDAÇÃO
1. DISTRIBUIÇÃO OU AJUIZAMENTO – Art. 783 da CLT
2. JUROS DE MORA
   2.1 – Juros Simples 6% a.a.
   2.2 – Juros Capitalizados 1% a.m.
   2.3 – Juros Simples 1% a.m.
2.4 JUROS VENCIDOS E VINCENDOS
   2.4.1 – Juros Vencidos
   2.4.2 – Juros Vencidos e Vincendos
   2.4.3 – Juros Vincendos
   2.4.4 – Juros de Mora – Massa Falida
   2.4.5 – Juros de Mora – Liquidação Extrajudicial
3. CORREÇÃO MONETÁRIA
   3.1 – Correção Monetária – Próprio Mês
   3.2 – Correção Monetária – Época Própria
4. DELIMITAÇÃO DO PERÍODO DE CÁLCULO DAS VERBAS
   4.1 – Distribuição ou Ajuizamento da Reclamatória
   4.2 – Período Contratual (Admissão – Demissão)
   4.3 – Prescrição Quinquenal
   4.4 – Prescrição Trintenária
   4.5 – Delimitação do Período
1. SALÁRIO E REMUNERAÇÃO
2. FORMAS DE ESTIPULAÇÃO DE REMUNERAÇÃO
   2.1 – Remuneração Por Unidade de Tempo
   2.2 – Remuneração Por Unidade de Produção.
   2.3 – Remuneração Por Tarefa
3. TIPOS DE SALÁRIOS
   3.1 – Salário Fixo ou Parcelas Salariais Invariáveis
   3.2 – Salário Variável ou Parcelas Salariais Variáveis
   3.3 – Salário ou Remuneração Mista
   3.4 – Salário Hora
   3.5 – Salário Dia ou Diária
   3.6 – Salário Semanal
   3.7 – Salário Quinzenal
   3.8 – Salário Mensal
   3.9 – Salário Mínimo Nacional
   3.10 – Salário Mínimo Regional
   3.11 – Salário Mínimo Profissional e Piso Salarial
   3.12 – Salário Família
   3.13 – Salário Utilidade ou Salário “In Natura”
4. BASE DE CÁLCULO
1. REFLEXOS – REPERCUSSÕES – INCIDÊNCIAS OU INTEGRAÇÕES
2. REFLEXOS DAS VERBAS FIXAS OU INVARIÁVEIS
3. REFLEXOS DAS VERBAS VARIÁVEIS
4. PROBLEMÁTICA PRESCRICIONAL
5. APLICAÇÃO DAS PROPORCIONALIDADES
   5.1. – Remuneração / Salário Proporcional
   5.2. – Décimo Terceiro Salário – Proporção
   5.3. – Férias do Período Contratual – Proporção
6. REVELIA
   6.1. – Considerações Gerais (art. 319 do CPC)
   6.2. – Efeitos da Revelia (art. 319 do CPC)
   6.3. – Afastamento dos Efeitos da Revelia (art. 320 do CPC)
1. DIVISOR
   1.1. – Divisor – Salário Fixo
   1.2. – Divisor – Salário Variável
   1.2.1. – Divisor “SEM” Repouso Semanal Remunerado
   1.2.2. – Divisor “COM” Repouso Semanal Remunerado
2. VERBAS TRABALHISTAS
   2.1 – Verbas Trabalhistas Principais
   2.2. – Verbas Trabalhistas Secundárias
   2.3. – Verbas Trabalhistas Reflexas
3. CONVENÇÕES COLETIVAS DO TRABALHO (CCT)
   3.1. – Influência das CCT´s nas Reclamatórias Trabalhistas
4. JURISPRUDÊNCIA E PRECEDENTE
5. LEGISLAÇÃO
6. SÚMULAS
7. ORIENTAÇÕES JURISPRUDENCIAIS (OJ)
1. ADICIONAL DE INSALUBRIDADE
2. ADICIONAL DE PERICULOSIDADE
3. ADICIONAL DE TRANSFERÊNCIA
4. ADICIONAL DE ASSIDUIDADE
   4.1. – Classificação da Verba
   4.2. – Base de Cálculo
   4.3. – Caso Prá
5. ADICIONAL DE PRODUTIVIDADE
   5.1. – Classificação da Verba
   5.2. – Base de Cálculo
   5.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
6. ADICIONAL DE RISCO
   6.1. – Classificação da Verba
   6.2. – Base de Cálculo
   6.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
7. ADICIONAL POR TEMPO DE SERVIÇO
   7.1. – Classificação da Verba
   7.2. – Base de Cálculo
   7.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
1. ANUÊNIO
   1.1. – Classificação da Verba
   1.2. – Base de Cálculo
   1.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
2. COMISSÕES
   2.1. – Comissionista Puro
   2.2. – Comissionista Misto
   2.3. – Base de Cálculo
   2.4. – Classificação da Verba
   2.5. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
3. COMISSÃO DE CARGO OU GRATIFICAÇÃO DE FUNÇÃO
   3.1. – Classificação da Verba
   3.2. – Base de Cálculo
   3.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
4. DIFERENÇAS SALARIAIS
   4.1. – Diferenças Salariais – Piso da Categoria
   4.2. – Diferenças Salariais – Equiparação Salarial
   4.3. – Diferenças Salariais – Reajuste Convencional
   4.4. – Diferenças Salariais – Enquadramento Funcional
5. DEVOLUÇÃO DE DESCONTOS
   5.1. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
1. FGTS – NOÇÕES BÁSICAS
   1.1. – FGTS Como Verba Assessória
   1.2. – FGTS Como Verba Principal
   1.3. – Multa de 40% do FGTS ou Multa Fundiária
   1.4. – Considerações Finais
2. GRATIFICAÇÃO DE CAIXA
   2.1. – Classificação da Verba
   2.2. – Base de Cálculo
   2.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
3. FASES DO PROCESSO
   3.1. – Classificação da Verba
   3.2. – Base de Cálculo
   3.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
4. GRATIFICAÇÃO DE PRODUTIVIDADE
   4.1. – Classificação da Verba
   4.2. – Base de Cálculo
   4.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
5. GRATIFICAÇÃO SEMESTRAL
   5.1. – Classificação da Verba
   5.2. – Base de Cálculo
   5.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
1. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS
   1.1. – Base de Cálculo
   1.2. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
2. MULTA – CONCEITO
   2.1. – Multa do Art. 477, §8º, da CLT
   2.1.1. – Classificação da Verba
   2.1.2. – Base de Cálculo
   2.1.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
2.2. Multa do Ar
   2.2.1. – Classificação da Verba
   2.2.2. – Base de Cálculo
   2.2.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
2.3. Multa Convencional
   2.3.1. – Classificação da Verba
   2.3.2. – Base de Cálculo
   2.3.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
2.4. Multa – Limitação Imposta – Art. 412 do Código Civil
   2.4.1. – Classificação da Verba
   2.4.2. – Base de Cálculo
   2.4.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
2.5. Multa Cominatória (astreinte)
   2.5.1. – Classificação da Verba
   2.5.2. – Base de Cálculo
   2.5.3. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
1. CÁLCULO DAS HORAS TRABALHADAS
2. CONVERSÃO DE MINUTOS PARA A BASE DECIMAL
3. REDUÇÃO DA HORA NOTURNA (RHN)
   3.1. – Cálculo da Redução da Hora Noturna
4. HORÁRIO NOTURNO – TRABALHADOR URBANO E RURAL
5. ADICIONAL NOTURNO – CONCEITO
   5.1. – Adicional Noturno – Trabalhador Urbano – Art. 73 da CLT
   5.2. – Adicional Noturno – Prorrogação do Horário Noturno
   5.3. – Adicional Noturno – Trabalhador Rural
   5.4. – Adicional Noturno – Portuários
   5.5. – Base de Cálculo
   5.6. – Classificação da Verba
   5.7. – Casos Práticos – trabalhador Urbano
1. HORAS EXTRAS OU HORAS SUPLEMENTARES
   1.1. – Base de Cálculo
   1.2. – Classificação da Verba
   1.3. – Quantificação das horas Suplementares
   1.4. – Influência dos Adicionais
   1.5. – Bis In Idem
   1.6. – Horas Extras Noturnas
   1.7. – Reflexos da Horas Extras Sobre RSR
   1.8. – Reflexos das HE Sobre o Aviso Prévio
   1.9. – Reflexos das Horas Extras Sobre 13º Salário
   1.10. – Reflexos das Horas Extras Sobre Férias
   1.11. – Casos Práticos – Exemplos de Condenação
2. HORAS IN ITINERE
   2.1 – Base de Cálculo
   2.2 – Classificação da Verba
   2.3. – Quantificação das horas In Itinere
   2.4. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
3. HORAS DE SOBREAVISO
   3.1 – Base de Cálculoo
   3.2. – Classificação da Verba
   3.3. – Quantificação das horas de Sobreaviso
   3.4. – Caso Prático – Exemplo de Condenação
1. VIOLAÇÕES INTERVALARES
   1.1 – Base de Cálculo
   1.2 – Classificação da Verba
2. VIOLAÇÃO DO ARTIGO 66 DA CLT
3. VIOLAÇÃO DO ARTIGO 67 DA CLT
4. VIOLAÇÃO DO ART. 71 DA CLT – INTERVALO MÍNIMO
5. VIOLAÇÃO DO ART. 71 DA CLT – INTERVALO MÁXIMO
6. VIOLAÇÃO DO ARTIGO 72 DA CLT
7. VIOLAÇÃO DO ARTIGO 384 DA CLT – Trabalho Feminino
8. CASO PRÁTICO – EXEMPLO DE CONDENAÇÃO

O PRODUTO "CÁLCULOS TRABALHISTAS" OFERECE AO ALUNO:

  • Acesso ilimitado aos vídeos por 06 (seis) meses;
  • O aluno poderá refazer as aulas quantas vezes achar necessário;
  • As aulas estão distribuídas em 44 vídeo-aulas, com tempo aproximado de 20 minutos por vídeo.
  • Material didático: 13 e-books contendo todas as matérias abordadas nas vídeo-aulas;
  • Tempo de duração do curso: dependerá da disposição e interesse do aluno em assistir as vídeo-aulas.

QUAL É O PÚBLICO-ALVO?

  • Este produto é destinado para qualquer pessoa que busca uma ferramenta específica elaborar o cálculo das mais diversas verbas trabalhistas deferidas na Justiça do Trabalho;
  • Este produto é destinado quem deseja aprender cálculos de forma pratica, teórica e técnica;
  • Esse produto é indicado para quem quer aprender uma nova profissão no mercado nacional, vinculada ao assessoramento de empresas, advogados, perícias judiciais e parte reclamante no processo;
  • Esse produto também é indicado para quem quer atuar como perito oficial na Justiça do Trabalho;
  • Esse produto é indicado para quem atua em RH de empresas, pois é uma ferramenta facilitadora dos cálculos trabalhistas;
  • Esse produto é indicado para estudantes ligados às áreas do direito ou contábil, que querem se aprofundar e se especializar no estudo e aprendizado das parcelas salariais e suas implicações nas relações trabalhistas.
  • Esse produto é indicado para quem quer se aprofundar didaticamente para dar aulas vinculadas às matérias trabalhistas (verbas salariais).
  • O curso de Cálculos Trabalhistas “online” do Portal Cursos Jurídicos é fruto de uma experiência adquirida ao longo de quase 30 anos. Seu mentor e criador, Paulo Cropolato, coordenador geral da empresa Portal Cível & Trabalhista, elaborou o maior e mais completo projeto direcionado ao ensino e qualificação técnica e profissional envolvendo o segmento de cálculos e perícias judiciais trabalhistas. O projeto contou com a participação de diversos profissionais ligados à área, cuja contribuição possibilitou o desenvolvimento e a construção de um método de ensino exclusivo de formação profissional.
  • O projeto completo é formado por: 01 (um) módulo principal (Curso de Cálculos Trabalhistas), 06 (seis) módulos especiais e 02 (duas) ferramentas essenciais e exclusivas para a elaboração dos cálculos trabalhistas.

TODOS OS CURSOS DISPONÍVEIS DE "CÁLCULOS TRABALHISTA":

CURSO EM DESTAQUE